BRANDING – COMO GERAR VALOR PARA SUA MARCA COM DIFERENCIAÇÃO

Branding – Como gerar valor para sua marca com diferenciação

Pense em uma marca que você goste. Além do nome, cores, letras e formas você também consegue sentir sentimentos e lembranças?

É exatamente essa a ideia do Branding: provocar sensações e desenvolver conexões conscientes e inconscientes, que serão de extrema importância para que seu potencial cliente escolha a sua marca no momento de decisão de compra do produto ou serviço que você oferece.

Todos os passos que uma marca desenvolve, desde a criação de um logotipo, decisão de fonte, tom de voz, valores da empresa, pessoas que irão representar a marca, tudo isso engloba e ajuda a construir a personalidade de marca na mente das pessoas através de visões e sensações.

Esse processo auxilia na criação de valor da marca, muito além do produto.

“Uma marca é um conjunto de expectativas, memórias, histórias e relacionamentos que, juntos, são responsáveis por fazer o consumidor escolher um produto ou serviço em vez de outro.” – como disse Seth Godin, uma das vozes mais dinâmicas do marketing mundial e ex- vice-presidente de marketing do Yahoo.

Qual a importância do Branding?

Ao longo dos anos houve um aumento de competitividade no mercado, e desde então, demonstrar diferencial de marca tornou-se essencial.

Ana Couto, uma das precursoras do Branding no Brasil desenvolveu uma pesquisa que estabelece que quando uma marca consegue se conectar verdadeiramente com o consumidor pelo seu propósito, a ideia de preço pode ser alterada: 67% das pessoas que foram entrevistadas disseram estar favoráveis a comprar algum produto de uma determinada marca que tenha conexão com eles a partir de um objetivo em comum e se dispõem a pagar mais, já que acreditam em valor real de aquisição.

Ter uma marca que invista em originalidade e propósito, desenvolva uma identificação com o público e com suas histórias. Desta forma, promover experiências positivas de marca é a chave para a recomendação, que hoje é um dos diferenciais para a aquisição de novos clientes.

Em síntese, o Branding trabalha a ideia de que uma marca tem a necessidade de ser planejada, estruturada, administrada e promovida. 

O objetivo é garantir que todos entendam seu posicionamento, cresça sua relevância e visibilidade no mercado, desta forma desenvolvendo uma boa reputação com seu público. 

Essas são estratégias que fazem com que sua marca cresça de forma sustentável e inteligente.

Autoridade e a geração de valor

Uma marca pode desenvolver um diferencial e gerar valor relacionando-se a uma série de conceitos.

Podemos citar o exemplo de marcas que constroem seu valor ligados a causas importantes, como o meio ambiente, por exemplo.

O desenvolvimento de uma conexão emocional é um excelente dispositivo para criar um ambiente positivo entre marca e consumidor.

A autoridade é o elemento fundamental do Branding e é realizado pela geração de valor, gerando conteúdos relevantes para seu público, através do marketing de conteúdo.

Desta forma, a marca ganha maior visibilidade no mercado, ficando melhor posicionada em relação ao seu cliente.

Marcas que fizeram uso adequado  do Branding

Para finalizar esse artigo, vamos citar dois ótimos exemplos de grandes marcas que realmente fizeram bom uso do Branding. Elas revolucionaram o mercado e foram muito além do seu produto, criando conceitos e ideias. Preparados?

  • Red Bull: há 26 anos no mercado, é a marca de energéticos mais querida no mundo. Você sabe por quê?

A Red Bull conciliou sensações pulsantes que buscam aventura. Sua exposição ao lado de esportes radicais já está bem consolidada e se faz comparecer na comunicação da marca na televisão, nas redes sociais e também como patrocinadora de eventos esportivos.

A exposição que foi criada da marca com o esporte, fortalece a ideia central – “Red Bull te dá asas” – de estilo de vida energética e ativa onde tudo pode ser possível.

As palavras-chave como: aventura, velocidade, altura e esporte nos remetem a lembrar da Red Bull – afinal, são anos com o mesmo discurso e isso já se tornou claro na mente do consumidor.

É tanto sucesso que a página da empresa no Facebook conta com mais de 48 milhões de fãs e quase não há foto ou menção direta do produto.

  • Dove: estreou no Brasil no ano de 1992 como sendo um sabonete bem mais cremoso do que os outros. O sabonete Dove não era apenas um sabonete, mas também um hidratante, a marca sempre pautou sua comunicação baseada em campanhas focadas na sensação de frescor e no toque suave que continham ¼ de hidrante – você ainda se lembra?

Mas foi em 2004 que a marca adotou um novo posicionamento, de real beleza. Sensibilizando as mulheres em torno de uma comunicação emotiva e empática.

A marca trouxe à tona uma discussão sobre o que é beleza em suas campanhas com o intuito de resgatar a beleza que existe em cada uma, quebrando aquela ideia de beleza ideal e engrandecendo as “imperfeições” e naturalidades.

Hoje em dia as campanhas da Dove usam mulheres de biotipos variados, idades e nacionalidades diferentes para mostrar que a beleza está em todas nós.

Foram inúmeros conteúdos que foram produzidos sobre esse tema, porém a campanha “Dove, Retratos da Beleza Real”, foi reconhecida como uma das maiores propagandas de sucesso do mundo.

Com o novo posicionamento da marca, se diferenciou da categoria e pôde desenvolver novos produtos que antes não faziam parte do portfólio. 

Diante de tanta informação e exemplos reais de marca, você consegue entender como a percepção de marca e a importância de desenvolver um Branding pode influenciar as vendas de uma empresa e sem dúvida determinar seu sucesso?

Então, não deixe de pensar e construir formas de gerar valor junto ao seu cliente!

E-book

Para saber mais sobre como montar uma operação de ecommerce, baixe o e-book.