Loja Virtual Passo a Passo de Como Criar Uma

Com mais de 100 mil novos e-commerces abrindo entre março e abril de 2020, segundo dados da ABComm, não é estranho que cada vez mais aspirantes a empreendedores queiram aprender como criar uma loja virtual.

Caso você seja uma dessas pessoas e esteja em busca de algumas dicas, continue lendo o conteúdo a seguir, que iremos explicar em detalhes tudo o que precisa levar em consideração antes de começar a criar o seu e-commerce.

1 – Escolha o nicho do mercado

O primeiro passo para começar a administrar a sua loja virtual é escolher um nicho do mercado para poder atuar, seja no ramo de eletrônicos, educativos ou financeiro, existem diversas opções.

Porém, vale lembrar que essa é uma decisão que precisa levar em consideração a sua empatia pelo segmento, afinal, você trabalhará com esse ramo por muito tempo e pesquisará todas as tendências desse nicho.

Assim, antes de ir pela popularidade, tenha em mente que é preciso gostar e ter perspectivas positivas. Desta forma, tornando mais fácil a venda, já que você realmente acredita no que está comercializando.

2 – Conheça o mercado que pretende atuar

Depois que escolher o segmento que deseja atuar, o próximo passo é realizar uma pesquisa aprofundada sobre o ramo, desde os concorrentes, públicos, tendências, entre outras.

Isso porque quanto mais você souber sobre o segmento que pretende entrar, mais fácil poderá desenvolver um plano de negócio que seja realista. Assim, fornecendo todas as ferramentas necessárias para lidar com imprevistos na criação da loja virtual.

Além disso, com essas informações em mãos é possível ter uma estratégia de vendas mais assertiva e inovadora, afinal, você estará à frente de outros empreendedores que não se prepararam.

Em outras palavras, quanto mais você souber a respeito do segmento do mercado da sua futura loja virtual, maiores serão os recursos que poderá usar para criar um negócio promissor.

3 – Ponha na ponta do lápis os custos de uma loja virtual

Os custos também entram no seu plano de negócio ao criar uma loja virtual. Por isso, antes de começar a “pôr a mão na massa”, lembre-se de considerar o que precisará dispor.

Além disso, como esse é um investimento alto, quanto mais souber sobre a precificação dos processos, mais chances terá de estar preparado caso haja imprevistos.

Inclusive, a sua importância é tanta que essa é uma das principais causas da quebra de e-commerces nos primeiros anos de criação. Entre os principais gastos, podemos listar:

  • Estrutura básica da sua loja virtual, considerando desde a criação da plataforma até a contratação de profissionais da TI;
  • Divulgação;
  • Operação do seu e-commerce.

Desta forma, antes de tomar a decisão de criar um e-commerce, ponha na ponta do lápis todos esses gastos, prevendo-os a longo prazo também. Afinal, se não houver um capital inicial será difícil criar um caixa consolidado.

4 – Atenção a parte burocrática

A parte burocrática também faz parte do passo a passo sobre como criar uma loja virtual. Isso porque, mesmo que o negócio seja inteiramente digital, existem leis a seguir para que ela seja legal.

Assim, um dos pontos mais importantes que você deve ter em mente é que existem dois tipos de tributação para você escolher quando for ter a sua loja virtual: MEI (Microempresa Individual) e o Simples Nacional.

Em outras palavras, a sua empresa será dividida entre aquelas que possuem faturamento anual de até R$60 mil (MEI) e faturamento de até R$3.6 milhões, como acontece no modelo de tributação do Simples Nacional.

Mas qual das opções é a melhor? Pode ser que você nem tenha essa chance de escolha caso o seu negócio cresça muito, porém é importante destacar que o Simples Nacional é um enquadramento tributário que tem como objetivo simplificar.

Isso quer dizer que na hora de prestar contas para a Receita Federal, é possível reunir todos os impostos em uma única via. O que facilita muito na parte burocrática.

Além do enquadramento tributário há a Lei do e-commerce. Com cada vez mais empreendedores nesse segmento foi preciso criar o decreto nº7.962, que determina, entre os principais pontos que:

  • Deixar claro aos visitantes as informações de contato da loja virtual;
  • Descrever em detalhes os produtos vendidos na plataforma;
  • Disponibilizar meios de contato, seja e-mail ou chat;
  • Entregar ao usuário todos os dados de acompanhamento de entrega do produto.

5 – Comece a colocar em prática o planejamento

Assim que tiver esse planejamento pronto, o próximo passo é começar a colocar em prática a sua loja virtual. Para te ajudar a entender qual é esse passo a passo, abaixo listamos alguns pontos importantes:

  • Registro do domínio: registrar o domínio do site é importante para dar mais credibilidade a plataforma;
  • Escolha do servidor: optar por um servidor para hospedar o seu site é o próximo passo, mas para isso é importante levar em consideração o limite de tráfego, capacidade de armazenamento e outros pontos, afinal, é onde poderá administrar toda a sua loja virtual;
  • Estruturação da plataforma: essa é a parte que ficará visível somente para você, ou seja, é a parte técnica do site, no qual irá ser feita toda a coordenação de conteúdos, vendas, estoques, entre outros pontos;
  • Definição do layout: essa é a parte em que o usuário verá, por isso é muito importante montar uma taxonomia que leve em conta a experiência do usuário;
  • Planejamento logístico: entender como produto ou serviço chegará até o cliente é outro ponto importante quando falamos na criação de uma loja virtual;
  • Divulgação: esse é o momento do marketing digital, no qual você garantirá que a sua empresa tenha presença digital para atrair visitantes e leads qualificados para o seu e-commerce.

Esse conteúdo te ajudou a entender quais os primeiros passos para criar uma loja virtual? Se sim, não deixe de comentar logo abaixo, aproveite e acesse o nosso blog para conferir outros conteúdos sobre gestão de e-commerce.

Agora, caso já queira começar a trabalhar, não deixe de entrar em contato com um dos especialistas da Trevl para ver como podemos ajudar a sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *