PLANEJAMENTO DE E-COMMERCE

Planejamento de e-commerce

2020 e 2021 foram anos atípicos, tivemos a pandemia iniciada na China com impactos globais, onde as pessoas tiveram que adaptar seu estilo de vida, inclusive para poder trabalhar a distância.

O planejamento de e-commerce deverá ser executado pensando nisso. É necessário ter cautela nestes novos ciclos, separando o planejamento em ações de curto e médio prazo, pois as incertezas geradas pelo mercado podem prejudicá-las fazendo com que você tenha que mudar sua estratégia para obter bons resultados.

Pensando nisso, é preciso definir o que ainda é possível fazer nos próximos meses e começar o ano a todo vapor, explorando as novas possibilidades. Então, vamos começar?

1 – Reveja o que você fez até agora

Independente de qual campo ou nicho você atua, entender o que realmente funcionou até aqui é essencial para os negócios. Principalmente se você tem uma lista de objetivos que foram feitos lá no início do ano. Com o plano antigo em mãos, é possível entender quais estratégias funcionaram e o que não foi realizado.

Sabemos que empresas que não estavam digitalizadas sofreram mais com a pandemia. Assim como, muitos empreendedores perderam seus negócios, por falta de estrutura, planejamento ou negócios focados apenas em um modelo ultrapassado.

Reveja tudo o que aconteceu neste ano, acertos e erros, problemas, obstáculos e conquistas. Isso é essencial para lembrar das oportunidades para o plano.

2 – Planejamento de e-commerce começa com metas SMART

Agora é a hora para planejar como as coisas acontecerão nos próximos meses. Isso porque, o cenário apesar de ser melhor que 2020 e 2021 precisa de cautela. Portanto, é essencial que você tire a poeira do seu bloquinho de notas e comece agora mesmo a definir o que quer daqui para frente.  Claro que essas metas e objetivos precisam ser realistas e concretas, por isso trouxemos uma ferramenta que pode ajudar muito neste momento.

 SMART:

  1. Specific(específico): a descrição de um objetivo deve ser o mais detalhada possível para fazer cumprir aquilo que se pretende, eles devem ser claros e alinhados com a restante estratégia.
  2. Mensurable (mensurável): para monitorar os seus objetivos, é muito importante definir as métricas. Estas dão informações valiosas para perceber se sua empresa está fazendo progressos.
  3. Achievable (alcançavel): é recomendável que os objetivos sejam realistas, mensuráveis e realizáveis.
  4. Relevant (relevante): precisa ter impacto no resultado da empresa, além de estar alinhado com o planejamento estratégico.
  5. Time Based (temporal): todos os objetivos devem ter um prazo e um limite, é necessário incorporar os objetivos em um cronograma, o que os torna mais tangíveis.

3 – Defina um calendário para o seu e-commerce

Seja um negócio online ou físico, tudo começa a funcionar melhor quando você define um bom calendário e foca na execução de forma assertiva. Delimite os objetivos, mês a mês e cuide da sazonalidade, seja do seu produto ou serviço ou a sazonalidade do mercado, por exemplo: Dia das Mães, Dia dos Namorados, Black Friday e Natal.

4 – Lifelong learning | Educação continuada

Uma das realidades que poucos comentam sobre o planejamento, é a continuidade do estudo, independente de área ou negócio. Isso ocorre porque o cenário pode mudar a qualquer momento, incluindo os interesses do seu cliente, o poder aquisitivo ou mesmo estilo de vida.

Pode ser que seus concorrentes utilizem novas tecnologias, façam algum aperfeiçoamento ou alcancem novos públicos. Ou seja, não estar atento as mudanças do mercado, podem fazer com que você perca competitividade. Para evitar essa possibilidade, é essencial estar sempre estudando o que está acontecendo com o seu público, com os concorrentes e com o mercado.

5 – Pense simples e mantenha a equipe engajada

Qual é o seu principal objetivo para o primeiro trimestre? Criar planos muito complexos distancia a oportunidade de obter sucesso, por isso, pense simples.

As pessoas são o ativo mais importante da sua empresa. Uma empresa grande, só se faz com talentos. Valorize quem está se dedicando e mantenha essas pessoas engajadas com o seu plano. Isso fará com que a equipe esteja unida, em busca de uma mesma meta, amplificando a chance de um bom resultado.

Tráfego para E-commerce e Planejamento de E-commerce

6 – Planejamento de e-commerce envolve estratégia de marketing digital

Transformação digital, lives no Youtube, Social Media, Digital Influencers, Inbound Marketing, Gestor de Tráfego, Marketing de Afiliados entre outros tantos termos entraram no nosso cotidiano. Assim, para o planejamento qualquer estratégia de negócios que seja elaborada sem observar o potencial digital, poderá deixar de lado uma grande oportunidade de expansão.

É importante definir quais serão os canais que sua marca utilizará nas divulgações, e integrá-las aos canais já existentes, desta forma sua empresa ganha autoridade digital.

7 – Defina as ferramentas e profissionais que você terá ao seu lado

Ferramentas e pessoas trabalhando em conjunto são essenciais para acelerar os processos e deixar sua operação mais eficiente.

  • CRM de vendas (controla e acelera o processo de vendas, aumentando o fechamento de contratos e o faturamento);
  • Assinatura de contrato digital (evita burocracia e deixa sua empresa mais segura);
  • Gestão financeira (com maior clareza sobre o financeiro, a empresa se mantém estável em momentos de crise).

Se você tem interesse em começar um plano de marketing completo e personalizado, pode contar com o auxílio de uma consultoria, que irá acelerar o processo e te ajudar a entender quais são os erros e acertos do seu negócio e quais os próximos passos para crescer.

Dê o primeiro passo e avance todos os dias.

Além de elaborar o planejamento, é essencial colocá-lo em prática, levando em consideração as ferramentas, conhecimento, equipe e investimento que você possui. Um bom plano de marketing pode ajudar a sua empresa a crescer, evoluir e se tornar referência no seu mercado de atuação.

Agende uma análise gratuita do seu negócio com um dos nossos especialistas. Até o próximo post!

Para saber mais sobre como montar uma operação de ecommerce, baixe o e-book.