Black Friday 2022: 7 estratégias para alavancar as vendas no e-commerce

A Black Friday é um evento anual que ocorre sempre na última sexta-feira do mês de novembro, dia em que o varejo oferta seus produtos com grandes descontos , gerando uma grande quantidade de vendas. Para os consumidores é uma data perfeita para fazer compras com mais economia.

Com o evento, o e-commerce consegue renovar seu estoque e iniciar as vendas de final de ano, já que muitos consumidores aproveitam a data para a aquisição dos presentes de natal.

Para alavancar as vendas das lojas virtuais é importante começar os preparativos para a Black Friday 2022 com antecedência, possibilitando planejar as estratégias que serão aplicadas no evento, os produtos que serão ofertados e preparar a plataforma do e-commerce para atender uma grande demanda de pedidos.

Confira neste conteúdo um pouco da história da Black Friday, resultados do evento no ano passado, expectativas para o ano de 2022 e 7 estratégias que são indispensáveis para alavancar o faturamento de um e-commerce nesta data.

Como surgiu a Black Friday?

A Black Friday surgiu nos Estados Unidos, entre as décadas de 80 e 90, a data escolhida corresponde a sexta-feira após o Dia de Ação de Graças e foi criada para impulsionar os lucros do comércio, aproveitando o feriado. Também dá início às vendas de final de ano.

Outros países, vendo o grande sucesso da Black Friday, começaram a aderir a ideia de trazer o evento para os seus comércios. No Brasil a primeira Black Friday aconteceu no ano de 2010 e teve seu foco no e-commerce.

Nas suas primeiras edições no país, não teve uma grande adesão por parte dos lojistas, mas conforme as edições seguintes, o evento começou a conquistar o consumidor e hoje é um sucesso no Brasil.

Resultados da Black Friday 2021

No ano de 2021 a Black Friday alcançou a marca de 4,2 Bilhões de vendas no e-commerce, um aumento de 5% em relação ao ano de 2020, segundo dados da Ebit. Outro fator positivo foi o aumento do ticket médio por vendas, que foi de R$753, tendo um aumento de 16% comparado ao ano anterior.

Estes números mostram a importância de fazer um bom planejamento e ter estratégias certas para faturar alto com o evento da Black Friday.

Outros dados importantes apontados por pesquisas são:

  • Categorias com o maior número de pedidos: moda e acessório, beleza e perfumaria, telefonia, eletroportáteis e eletrodomésticos;
  • Categoria com maior faturamento: telefonia, eletrodoméstico, eletrônicos, Informática e Móveis;
  • Cartão de crédito foi a principal forma de pagamento utilizada;
  • O boleto teve queda na utilização, já o pix e as carteiras digitais ganharam espaço nas vendas;
  • Valor do frete médio teve redução de 12%;
  • A utilização do frete grátis teve um crescimento.


Quando é a Black Friday 2022?

Neste ano a Black Friday vai ocorrer no dia 25 de novembro, umas das grandes diferenças dos outros anos, é que ela vai acontecer no mesmo período dos jogos da copa do mundo, o que pode impulsionar a venda de camisetas e artigos relacionados ao evento.

As expectativas para as vendas de 2022 são grandes e conforme pesquisas apontam, 50% dos consumidores estão dispostos a comprar algum produto na Black Friday, comparado aos 47% do ano anterior.

Agora vamos conhecer as estratégias que vão garantir os melhores resultados para o e-commerce na Black Friday de 2022.

7 estratégias para alavancar as vendas na Black Friday 2022

Algumas ações de marketing feitas com antecedência, podem contribuir para melhorar a performance de vendas no período da Black Friday, o mais importante é ter um bom planejamento e estar preparado antecipadamente para atender a grande demanda de vendas do período.

Confira agora as 7 estratégias que ajudam a alavancar o faturamento de um e-commerce neste evento:

1- Aumente sua base de contatos

O evento da Black Friday é marcado por um grande número de consumidores interessados em comprar diversos produtos, por conta dos preços reduzidos. Este é um ótimo cenário para a captação de novos contatos para aumentar a base de clientes. Uma boa estratégia para isso, inclui:

  • Criação de uma página de captura :  uma página com formulário que pode ser preenchido pelos consumidores com interesse em receber as ofertas da Black Friday. Os dados solicitados podem ser: nome, número de telefone e e-mail. 

Essa página deve ser divulgada antes do evento, captando novos leads, que depois serão impactados por anúncios promocionais da loja virtual, através de e-mails, mensagens no telegram e whatsapp.

Esses novos leads também podem servir para futuras ações de remarketing, anúncio de produtos, envio de e-mail marketing, grupos de whatsapp, telegram, entre outros.

2- Aproveite o “esquenta” Black Friday 2022

O “Esquenta Black Friday” é um período anterior ao evento que deve ser utilizado para ofertar produtos com desconto, testando ofertas com quantidade limitada. Esta ação pode aumentar o reconhecimento do e-commerce e gerar mais vendas em todo o período do mês que ocorre o evento, já que parte das compras são realizadas durante o mês inteiro.

3- Campanhas no Google ADS

Quando falamos em vendas on-line, o Google ADS é fundamental para um posicionamento mais assertivo, principalmente quando o cliente está procurando por um determinado produto na internet. Antecipar as estratégias com essa ferramenta é fundamental para estar preparando para o dia de vendas, siga essas dicas:

  • Campanhas de shopping: antecipadamente faça os testes com essa campanha, para não ter imprevistos no principal dia de vendas, evitando problemas de última hora, como a validação dos produtos a serem anunciados;
  • Crie públicos para quem acessou a página da Black Friday(Landing Page): anunciando para esses leads os produtos em promoção.

4- Campanhas no Facebook ADS (Meta)

Outro importante meio de anúncio para campanhas de vendas é o Facebook ADS, ferramenta indispensável para potencializar a divulgação das ofertas, para utilizar de forma mais proveitosa esta estratégia é importante seguir alguns passos:

  • Compre mídia antecipada com “alcance e frequência”: no dia do evento os custos dos anúncios ficam mais caros, pela grande demanda, utilizando essa estratégia é possível economizar nas campanhas de anúncios;
  • Capture as conversões do formulário da página da Black Friday: sendo possível criar públicos semelhantes aos que se cadastram na landing page, leads interessados em receber as super ofertas;
  • Tenha criativos para substituir, caso alguns produtos acabem.

5- Explore novos canais de mídia

É importante trabalhar com a divulgação de anúncios nos principais canais de mídia e redes de pesquisas, como: facebook, Instagram, Google, entre outros.

Mas uma ótima estratégia é explorar outros meios de divulgação, duas redes sociais que vem crescendo e podem ser exploradas, são o Pinterest e o Tik Tok. É importante adequar o público e o segmento de mercado do e-commerce com a plataforma escolhida.

O Pinterest pode funcionar muito bem com lojas virtuais de vendas de móveis, assim como o Tik Tok é mais direcionado para um público jovem, caso os produtos vendidos sejam para esse público é uma boa plataforma para investimento.

6- Utilize a base de dados (CRM) para estreitar o relacionamento com o cliente

Uma ferramenta de extrema importância para desenvolver o relacionamento e gerar mais vendas no e-commerce é o CRM. Algumas estratégias envolvendo esse software podem fazer grandes diferenças nos resultados das vendas, confira as ações:

  • Faça uma limpeza na sua base de contatos: melhorando a entrega dos e-mails e evitando problemas que possam prejudicar o envio das mensagens;
  • Dispare e-mails para os mais engajados antes;
  • Faça ações segmentadas por público, perfil e produto: com mensagens e disparos de e-mails mais personalizados a conversão tende a ser melhor;
  • Para as ações de vendas você pode utilizar diversas ferramentas de comunicação, e-mail, whatsapp, messenger, telegram. É importante explorar esses meios para comunicar as ofertas do e-commerce, permitindo a aproximação com os cliente;
  • Up sell: recomendar produtos complementares para aumentar o ticket médio da compra, oferecer garantias dos produtos ou outros serviços.

7- Faça o Retargeting

  • Use ferramentas de retargeting: se trata de uma estratégia para aumentar a conversão nas vendas, sendo que em grande parte das vezes o cliente não efetua a compra na primeira visita ao site. Com esta ação é possível impactar o lead, após a sua primeira visita ao site, com anúncios personalizados de acordo com seus interesses, como uma categoria específica de produtos;
  • Valide suas campanhas de carrinho abandonado: possibilita lembrar o cliente de uma compra que não foi finalizada. Uma maneira eficiente para converter a venda é dar algum incentivo, como um desconto.

Dicas bônus

  • Marketplaces: expor produtos em um marketplace aumenta a sua visibilidade para novos consumidores. É importante ter o cuidado de cadastrar os produtos com antecedência, evitando a falha deste processo próximo da data da Black Friday 2022;
  • Comparadores de preços: muitos consumidores utilizam plataformas que comparam os preços entre as lojas virtuais na Black Friday, estar posicionado nestas plataformas e ter um bom preço nos produtos ofertados, pode ser um grande diferencial de alcance de novos compradores para um e-commerce;
  • Afiliados: é um modelo de negócio baseado em vendas por comissão, onde é fechada uma parceria entre o afiliado e o e-commerce. Existem plataformas específicas que trabalham com essa modalidade, basta a loja virtual fazer seu cadastro para que os afiliados possam divulgar seus produtos. um dos benefícios desta estratégia é ter um custo de divulgação mais baixo que os meios tradicionais;
  • Influenciadores: com seguidores engajados em seus conteúdos, pode ser uma ótima forma direta de divulgar os produtos em promoção, desde que o público do influencer tenha interesse nas categorias de produtos ofertados.

Agora que você tem um planejamento para a Black Friday 2022, é hora de começar a preparar o seu e-commerce. Entre em contato com a Trevl Digital,  juntos vamos acelerar o resultado do seu negócio.

Para saber mais sobre como montar uma operação de ecommerce, baixe o e-book.