Google Ads para Ecommerce Blog

Google ADS para E-Commerce. as 5 melhores campanhas

O Google Ads (antigo Google Adwords) é uma das principais plataformas de anúncios pagos, capaz de aumentar a visibilidade e as conversões de um e-commerce.

A ferramenta do Google disponibiliza diversas opções de segmentação para suas campanhas, permitindo alcançar os clientes ideais ao longo de toda a sua jornada de compras e gerando mais tráfego e vendas para sua loja on-line.

Quer ficar por dentro de como colocar em prática uma estratégia inteligente de Google Ads para e-commerce? Continue sua leitura e descubra como isso é possível!

Existem diferentes meios de alavancar um produto ou serviço na internet, podem ser usadas ferramentas pagas como Google Ads e Facebook Ads, ou então uma maneira orgânica, que se baseia na produção de conteúdo, seja nas mídias sociais, páginas do site ou blog, entre outros métodos.

Por mais que sejam diferentes estratégias, elas têm objetivos em comum, um deles é trazer mais visitas e lucro para as lojas virtuais. 

Vamos dar destaque as ferramentas pagas e entender a diferença entre elas.

Google Ads para e-commerce ou Facebook Ads para e-commerce?

 

Às duas ferramentas tem basicamente a mesma funcionalidade, criar campanhas de publicidade paga. 

As diferenças aparecem no formato dos anúncios nas segmentações de públicos, e principalmente na consciência do cliente.

Vamos entender mais sobre cada um deles:

 

Segmentação

No Google Ads são utilizadas prioritariamente palavras-chave, enquanto o Facebook utiliza as audiências baseadas em interesses e comportamentos. 

Nos 2 casos é possível segmentar características do usuário, como: gênero, idade, localização, entre outras.

 

Consciência do comprador

Quando você anuncia no Google Ads para E-commerce, o público tende a ter maior intenção de compra, ou seja, a necessidade de adquirir um determinado produto.

O usuário está ativo no processo de compra. Ele está buscando por aquele termo específico naquele momento.

Já no Facebook Ads para E-commerce as pessoas tendem a ter menor consciência de compra, mas é possível segmentar os anúncios por interesses e comportamentos.

Baseado nessas informações o Facebook consegue direcionar o anúncio para a pessoa certa no momento certo.

 

Google e suas Ferramentas

 

O Google é uma empresa multinacional de serviços on-line e de software dos Estados Unidos, amplamente conhecido pelo seu site de buscas, que proporciona fazer pesquisas dos mais diversos assuntos e encontrar inúmeros resultados.

A missão declarada da empresa desde a sua fundação é ‘’organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil’’.

As diversas ferramentas da empresa estão bem presentes em nosso dia a dia, algumas delas são:
Ferramenta de busca do Google, site de pesquisas mais acessado do mundo;

  • Google Maps;
  • YouTube,
  • Gmail;
  • Google Chrome;
  • Google Tradutor.
  • Entre outras tantas…

A empresa é responsável pelo desenvolvimento do sistema operacional Android, presente nos aparelhos de diversas marcas, Samsung, Motorola, LG, entre outras.

Além dessas ferramentas encontramos o Google Ads, plataforma de anúncios desenvolvida no ano de 2000, desde então é líder no mercado de mídias on-line. 

Através dela é possível criar anúncios de pesquisa, de display, no YouTube, Gmail, na Play Store e sites parceiros, para públicos relevantes dos mais variados negócios e é fundamentar utilizar o Google Ads para E-commerce.

Google Ads e o ZMOT

A sigla ZMOT, em inglês Zero Moment of Truth, ou traduzido para português Momento Zero da Verdade. Surgiu através de uma pesquisa contratada pela Google e feita pela empresa Shopper Sciences. 

Explica a forma que o consumidor se comporta no processo de compra e toma decisão.

Durante o passar dos anos, novas tendências começaram a surgir com os consumidores na hora da compra, diferente de antigamente onde o boca a boca era o mais importante.

A indicação de parentes e amigos, surgiu uma nova forma de avaliar os produtos e serviços antes de adquiri-los.

O que é?

Com o desenvolvimento da internet e a facilidade de obter muita informação o consumidor passou a utilizá-la para pesquisar, avaliar, comparar e decidir qual produto ou serviço adquirir.

No Google Ads para E-commerce este conceito está presente.

Essas alterações incentivaram o desenvolvimento da pesquisa, que descreve em etapas a nova jornada de decisão e experiência do consumidor com a compra. 

A partir do ZMOT foi revolucionada a forma de fazer marketing.

O conceito da sigla vai muito além do relacionamento entre lojas e consumidor, ela também é aplicada em empresa/empresa, empresa/consumidor, na área da educação e cursos a distância.

Podemos comparar dois modelos de compra, vamos descrever cada um deles: 

Modelo tradicional de compra

A pessoa recebe um estímulo que pode vir através de uma propaganda pela televisão, em seguida o primeiro momento surge, ela vai até uma loja para avaliar o produto na prateleira e escolhe qual comprar.

O segundo momento é experimentar o produto, se ela ficou satisfeita é sinal que voltara a comprar.

Modelo atual

O Google observando a mudança na forma da compra tradicional, encomendou a pesquisa no ano de 2011, que confirmou que os consumidores passaram a procurar com mais frequência avaliações na internet dos produtos ou serviços que tinham interesse.

Baseado nessas informações, tomavam a decisão do que adquirir, esse ponto o Google nomeou de Zero Moment of Truth.

Com essa pesquisa pré-compra, surgiu uma nova forma de vender e se adaptar a esse modelo é fundamental para o crescimento dos negócios on-line.

Elemento do ZMOT

Para aplicar o ZMOT no Google Ads para E-commerce é importante entender que ele é composto por 4 elementos, que explicam o comportamento do consumidor durante o processo de compra.

Entendendo esses passos, as empresas podem utilizar estratégias nas diferentes etapas do processo para influenciar na decisão final.

Posicionamento no site de buscas

A principal ferramenta de pesquisa na internet, é o site de buscas do Google, estar bem posicionado, fazendo Google ads para e-commerce é fundamental para ter mais chances do cliente encontrar os produtos e serviços que estão sendo oferecidos.

Segundo pesquisa, atualmente 90% das buscas na internet são feitas através desta plataforma e as primeiras posições que aparecem geralmente são as mais clicadas.

Comparação entre produtos e serviços
Existem alguns sites que fazem a comparação entre produtos de uma mesma categoria, para ajudar na escolha do consumidor.

Pelo fato de hoje a disponibilidade de informação ser muito grande o problema não é comprar, mas qual escolher. O valor é algo bem importante, mas nem sempre decisivo.

Quando você consegue mostrar a melhor opção para o consumidor está proporcionando uma melhor experiência.

Avaliação de outros consumidores.

 

Atualmente a internet é o principal meio para expressar a opinião a respeito de um produto ou serviço, com comentários, vídeos do produto, review entre outras formas.

Eles podem ser feitos em sites específicos como o Reclame Aqui ou na própria plataforma do e-commerce.

Ter avaliações positivas é uma boa forma de passar credibilidade, pois o futuro comprador pode avaliar a experiência de outras pessoas com o determinado produto e decidir pela compra ou não.

Vantagens para novos clientes

Após passar pelas etapas de comparação e avaliação sobre o produto ou serviço o consumidor vai para o momento da compra.

Ter vantagem para fechar as vendas com novos consumidores e fidelizar os já existentes faz grande diferença nesse momento, para isso podem ser utilizados descontos, cupons de descontos e clubes de vantagens.

A pesquisa criada pela Google é de extrema importância para entendermos o quanto a internet e as tecnologias estão impactando os consumidores na hora da pesquisa e escolha dos produtos ou serviços. 

Acompanhar estas mudanças é fundamental para as empresas crescerem e se manterem competitivas no mercado.

Long Tail Exemplo - Google Ads para Ecommerce

Long Tail

O termo Long Tail, que significa cauda longa, é uma teoria apresentada por Chris Anderson, no livro chamado “A Cauda Longa: do Mercado de Massa para o Mercado de Nicho’’.

O que é?

As palavras de cauda longa, são expressões de pesquisa específicas, sendo mais direcionadas a determinados produtos ou serviços. Esses termos são menos usados e naturalmente recebem menos tráfego.

Pensando em Google Ads para E-commerce, este modelo, torna essas palavras mais eficazes, pois somente o público interessado buscará por elas, ou seja, tráfego mais qualificado para a página na web.

Diferente das palavras genéricas, menos segmentadas, que recebem mais pesquisas e consequentemente são mais competidas pela primeira página de pesquisas do Google.

Exemplos de palavras genéricas e de cauda longa:
Vamos pegar de exemplo uma agência digital que trabalhe com estratégia para mídias sociais de médicos.

Palavra genérica utilizada por esse negócio seria, Marketing digital. Palavra de cauda longa, Marketing digital para médicos ortopedistas.

 

Benefícios do uso de palavras-chave com cauda longa

Facilita a conversão: descomplica o caminho do seu público até o seu site ou produto; Melhor custo benefício: no caso de tráfego pago, o exemplo em Google Ads para e-commerce, os clique dos anúncios serão mais qualificados e a campanha usará menos orçamento pois é mais específica.

Menor taxa de rejeição: com visitas mais qualificadas no seu e-commerce, a taxa de rejeição tende a diminuir.

Receber mais visitas de forma orgânica: quando sua página na web é menos rejeitada o Google interpreta que seu conteúdo é relevante tendo maior entrega dele ao público.

Agora que conhecemos a teoria da Cauda longa, que auxilia no desenvolvimento de uma boa estratégia para criar um nicho mais definido no e-commerce e obter melhores resultados, vamos voltar ao Google Ads e conhecer as principais formas de anunciar na ferramenta.

Google Ads para Ecommerce Blog

5 principais campanhas de Google Ads para E-commerce

Cada formato de anúncio do Google Ads deve ser escolhido conforme o objetivo de interesse da sua campanha. Continue sua leitura e entenda melhor.

1 – Anúncio de textos nos resultados de pesquisa:

É a mais tradicional entre os tipos de campanhas, basicamente consiste em alcançar as pessoas que estão buscando por produtos e serviços no Google.

Podem ser usados para gerar vendas, tráfego para um site e são fáceis de configurar por se tratar apenas de texto.

É de extrema necessidade fazer um estudo de palavras-chave a serem utilizadas na campanha, termos mais específicos como palavras-chave com cauda longa, farão com que as pessoas que clicarem no anúncio sejam qualificadas para o produto em questão.

2 – Campanha de Shopping:

Essa é a campanha mais recomendada para o e-commerce, pois no anúncio aparece imagem do produto, descrição, preço e parcelamento.

É eficaz quando o consumidor já está em uma fase mais avançada na decisão de compra e o anunciante só vai pagar se houver o clique.

São utilizadas para promover lojas virtuais e produtos, atraindo pessoas interessadas em finalizar uma compra.

Ela pode aparecer no resultado de buscas, no gmail e na rede de display do Google.

3 – Campanha de Branding:

As campanhas de branding têm como finalidade aumentar o reconhecimento da sua marca, produto ou serviço. Para atingir essa finalidade é possível criar campanhas no Google Ads usando como meta ‘alcance e reconhecimento de marca’, visando aumentar o tráfego para seu site ou motivar as pessoas a interagirem com sua marca.

Para determinar as metas da sua campanha de branding é possível escolher os melhores locais para que seus anúncios apareçam e avaliar seu desempenho. 

Nas campanhas de branding você pode avaliar as conversões como visualizações de página ao invés de compras.

Essa campanha também se aplica para que o cliente que decidir comprar na sua loja, depois de ter feito comparação de preços e vantagens em outras plataformas, encontre seu site ao buscar na pesquisa do Google pelo termo da sua marca.

4 – Campanha Performance MAX

A campanha de maior desempenho é baseada em metas, com ela é possível acessar todo o inventário do Google Ads em um só lugar. 

Ela complementa as campanhas de pesquisa com base em palavras-chave, ajudando gerar mais conversão nos canais do Google (YouTube, Pesquisa, Rede de Display, Maps, Gmail e Discover).

A campanha de Performance MAX é essencial no Google Ads para E-commerce pois combina as tecnologias de automação nos lances, na otimização de orçamento, nos públicos-alvo, nos criativos e muito mais. 

Ela gera mais conversões e valor com uma otimização em tempo real e em todos os canais usando os Lances inteligentes.

Campanhas de maior desempenho serão sua melhor opção quando:

Sua meta de publicidade e conversão forem específicas (vendas, geração de leads, entre outros);

Deseja maximizar o desempenho da campanha e não tem limitação de canais para exibição dos anúncios;

Deseja acessar com facilidade todos os canais de publicidade do Google em uma única campanha.

Pretende ter mais alcance e um valor de conversão maior do que as campanhas de pesquisa com base em palavras-chave.

5 – Campanha de Remarketing

As campanhas de remarketing são aquelas que irão mostrar seus anúncios às pessoas que visitaram o seu site ou utilizaram a aplicação para dispositivos móveis. 

Quando as pessoas saem do site sem efetuar uma compra, por exemplo, o remarketing garante que o consumidor sinta novamente o desejo de voltar a sua loja on-line e finalizar a compra.

Neste artigo, você conferiu o que há de mais importante para saber sobre os tipos de anúncios do Google Ads e o funcionamento da plataforma. 

O Google Ads pode ajudar muito na sua estratégia, seja ela: aumentar as vendas, ter mais alcance ao seu site, promover sua marca, entre outros.

Anunciar no Google é um investimento importante e transformador para o seu negócio. E você, está pronto para começar? Fale com a Trevl Digital

Para saber mais sobre como montar uma operação de ecommerce, baixe o e-book.